Somar em Vez de Optar

~~”Sempre que, no caminho, encontrares uma bifurcação, segue-a.”

Uma das grandes atitudes de progresso é a atitude da adição, da soma.

Tens, naturalmente, a tendência para optar entre uma coisa e outra. A isso chamas liberdade de escolha. Quando segues a tua vida, tens o teu ritmo, a rotina, e precisas ou queres mudar algo, a tua primeira tendência é trocar o novo por algo que já tenhas. “Ah, é difícil começar a fazer exercício físico porque preciso do tempo para trabalhar”, ou “Não faço dieta porque gosto muito de comer coisas boas”, ou ainda “não posso aproveitar esta oportunidade porque já ando muito ocupado”.

Em todos estes casos, as frases que parecem fazer tanto sentido, não fazem nenhum. 99,9% das vezes são somente desculpas para não teres de sair da tua zona de conforto.

Porque é que não somas em vez de substituir?

– Não tens tempo para exercício físico porque tens de trabalhar, talvez possas fazer ambas as coisas ao mesmo tempo, ou talvez possas trocar o tempo do exercício com o de televisão (põe a bicicleta estática em frente do televisor e tens ambas as coisas ao mesmo tempo). Talvez possas ir de bicicleta para o trabalho, ou ir a pé. Enfim, usa a tua imaginação e capacidade de resolver problemas simples.

– Não fazes dieta porque gostas muito de comer coisas boas? Óptimo. Nunca deixes de as comer. Mas encontra uma forma de conciliares ambas as coisas: limita essas “coisas boas” a uma vez por semana, por exemplo. Vais apreciálas ainda mais. Inclui uma boa quantidade de água e de frutas e verduras no teu dia-a-dia. Em vez de pensares em trocar comida saborosa por perca de peso, pensa que irás juntar ambas as coisas: adiciona em vez de substituir.

– Não podes aproveitar uma oportunidade porque andas muito ocupado?Aprende a somar. Arranja uma ou duas horas por dia, intercaladas no teu horário, em que possas desenvolver essa oportunidade.

São muito raras as circunstâncias na nossa vida em que temos mesmo de fazer opções: ou isto ou aquilo. Mais de 90% das vezes podemos ter ambas.

Não sejas levado no engano de que estás limitado, porque normalmente não estás, não tanto, pelo menos, como pensas estar.

Apesar de, à primeira vista parecer impossível, a maior parte das vezes podes mesmo seguir uma bifurcação.

comentários