Os 16 Erros que se cometem no relacionamento profissional:

540x293_20140131_07f221d04950ba1d476d828a38139a33_jpgSe as pessoas com quem trabalhas não te respeitam, vão questionar todas as decisões que tomas e ficar de olho na porta sempre à procura de alguém novo para te substituir…

Aqui estão alguns comportamentos de risco que podem matar a relação profissional e que podemos evitar a todo o custo:

1. Não ter respeito próprio.

Esperar que as outras pessoas te respeitem quando lhes faltas ao respeito é um exercício fútil. Com respeito, colhes o que semeias.

2. Permitir desrespeito ao outros.

Continuar a empregar um parvo que falta ao respeito aos seus colegas, é exatamente a mesma coisa que seres tu a faltares ao respeito. A mesma coisa se aplica quando toleras falta de respeito nos teus colegas. Lembra-te de que tu és definido pela tua companhia.

3. Chegar tarde repetidamente.

Apesar de existirem razões legítimas (uma criança doente) que até a pessoa mais responsável se pode atrasar de vez em quando. Se chegas sempre tarde, as pessoas vão saber que não as respeitas, diminuíndo o seu respeito por ti.

4. Falha no cumprimento de compromissos.

As pessoas não respeitam aquelas que falam muito e fazem pouco. Sabendo que podes falhar numa data de entrega específica ou esquecer uma tarefa de vez em quando, toda as pessoas vão perceber que tu não és uma pessoa responsável e consequentemente, alguém em quem não se pode confiar.

5. Tornar-se defensivo quando questionado.

Se te torces todo quando alguém te chama a atenção com coisas que falhaste, (tal como chegar atrasado), estás a dizer-lhes que tu não és apenas um falhado, mas também um falhado com uma má atitude.

6. Encobrir os teus erros.

Podes achar que és esperto ao esconderes a evidência, mas na realidade, a verdade vem sempre à tona. Como qualquer outro escândalo, as pessoas olham para quem esconde as coisas como um ato de cobardice que é sempre pior do que o que está realmente a ser encoberto.

7. Atirar a culpa para os outros.

Atribuir a culpa a alguém pelos teus próprios erros é pior do que tentar cobri-los, porque alguém vai ficar com a culpa. A palavra vai passar que és uma pessoa fraca e irresponsável.

8. Pedir às pessoas que mintam por ti.

Quando pedes a alguém que minta por ti, (como se esquivar a alguma tarefa), estás a comunicar duas coisas:
1) és mentiroso e 2) acreditas que a outra pessoa também é mentirosa e estúpida o suficiente para mentir por ti. É adicionar insulto ao insulto.

9. Fazer o mínimo indispensável.

Podes achar que estás a ser esperto, mas fica tranquilo que as pessoas vão perceber a tua preguiça e isso vai afetar a tua reputação, que pode levar a consequências muito negativas na tua vida profissional.

10. Dar desculpas esfarrapadas.

“O cão comeu o meu trabalho de casa” é engraçado quando uma criança fala do seu trabalho de casa. Quando um profissional o diz não parece tão bem. Repara, toda a gente sabe que tu não estás à espera de “um pneu furado”. Esperar que as pessoas acreditem nisso, faz-te parecer com cara de parvo.

11. Bufo.

Não há nada pior do que ver alguém com uma atitude de bufo, quer seja para com o chefe, um colega ou até para com um cliente. Até a pessoa do outro lado acha isso nojento!

12. Fofocas.

Partilhar histórias acerca das vidas pessoais das pessoas com quem trabalhas, diz a todos que:
1) não consegues guardar um segredo e que 2) vais falar nas costas deles na primeira oportunidade.

13. Esperar um “A” pelo Esforço.

És responsável pelos teus resultados, não pelas tuas atividades. Na realidade, deves ser penalizado se consumiste recursos a mais com resultados a menos.

14. Necessitar de lembrança contínua.

Se as pessoas têm de enviar emails ou SMS’s constantemente para te lembrarem de alguma coisa (como algum tipo de feedback que prometeste dar), podes crer que ficas com um rótulo de “Não Merece Respeito”.

15. Ser uma vítima.

Haverá alguma coisa mais piedosa do que ser sempre a pessoa que está sempre do lado do problema e nunca como parte da solução? Sim, há uma coisa: ser a pessoa que se está sempre a queixar do problema!

16. Adotar uma atitude “Eu primeiro”.

Furar as filas, falar alto ao telefone em público, fumar junto de não-fumadores e por aí em diante, diz às pessoas que és egoísta, desrespeitador e até mesmo desonesto.

comentários