O Tamanho do Mundo

540x293_20140128_ca411dc1f67fa2b12b28107c1960a0a6_png“A maioria das pessoas identifica os limites do mundo com os limites da sua visão. Algumas não. Junte-se a estas pessoas.” – Arthur Schopenhauer

O importante aqui é verificar se tu és uma dessas pessoas. É claro que, se disseres a alguém que o mundo é muito grande, e ela pensa que ele é do tamanho do horizonte, ela concordará contigo: o mundo é muito grande, mesmo que isso signifique ainda que é do tamanho dos limites da sua visão.

Por isso é difícil fazer entender o tamanho do mundo a quem nunca saiu da sua aldeia. E por isso é tão importante tu mesmo saberes se tens uma experiência grande das coisas ou o quanto limitado estás pelas tuas crenças.

Vamos fazer um teste rápido. Responde sim ou não com toda a honestidade.
•Leste mais de um livro nos últimos trinta dias?
•Procuras ser influenciado por pessoas que te podem ajudar a seguir o teu sonho?
•Achas que conseguirias correr uma maratona?
•Se te pagassem uma viagem à Índia, agora mesmo, terias condições para largar tudo e ir, com um só telefonema?
•Se perdesses a tua fonte de rendimento, terias uma alternativa viável em menos de 24 horas?
•Se te surgisse uma oportunidade tão grande que mudasse por completo a tua vida, aproveitála-ias imediatamente sem pedires opinião a ninguém?
•Se te dissessem que vais morrer dentro de 5 anos mudarias alguma coisa na tua forma de agir já nos próximos 5 minutos?
•Se surgisse à tua frente uma pessoa que admiras e respeitas a dizer-te que nunca serás ninguém na vida e que estás fadado ao fracasso, irias tentar provar que ela está enganada?
•Se descobrisses uma forma de realizar um sonho antigo e se isso significasse mudar de cidade, de amigos, de trabalho, incluindo se isso significasse teres de fazer um trabalho de que não gostas, mesmo assim tentarias realizá-lo?
•Achas possível, em menos de 1 ano, poderes ficar rico fazendo o que adoras?

Quantos mais sins disseste, mais mundo tu vês.

De cada vez que te “arriscas” fora do habitual, estás a aumentar os teus horizontes.

O problema é que poucas pessoas se apercebem de que o risco de não arriscar é imensamente maior que o risco de fazer coisas diferentes.

Muitas pessoas pensam de si mesmas tão pouco e pensam que o mundo é tão pequeno que estão convencidas que vivemos em escassez, são infelizes porque a vida é madrasta, pobres porque a riqueza é escassa, doentes porque é normal, isoladas porque pensam que precisam de se proteger.

Talvez não seja má ideia verificares quais as tuas crenças e de que tamanho é que elas fazem o teu mundo.

comentários