Histórias do Futuro

“A tua vida será aquela que está nas histórias que contas a ti próprio.”
Tu és um contador, ou contadora, de histórias. Não são as histórias da carochinha, nem a História Universal, são as histórias do futuro .

O que é isso? Histórias do Futuro? Elas são o teu diálogo interior. Esse diálogo nunca para, nem de dia nem de noite, desde criança até ao leito da morte.
Levantas-te de manhã e começas a conversa:
Ontem aquilo é que foi o Artur meteu os pés e agora tá no desemprego pode ser que eu fique com o lugar dele mas a Ana vai-me passar a perna anda metida com o Jorge se ele não fosse o chefe nada teria acontecido aposto que vai ficar com o lugar tenho de passar pelos correios a ver se a encomenda chegou os gajos nunca mais me vendem nada bando de incompetentes tenho de pagar as contas preciso de ganhar mais dinheiro pelo menos tanto como o João benfiquista agora tá contente com o Benfica campeão convencido de m… vai-mas pagar andou a meter veneno ao patrão nunca mais me livro disto preciso de umas férias de ir para a praia para as Caraíbas ou assim só eu e a Maria acho que ela não anda lá muito entusiasmada com o rumo das coisas parece distante não sei o que fazer aquela colega dela como é que se chama é bem jeitosa mas é uma víbora eu deveria ganhar o triplo fazer exercício perder peso saber de finanças e de gestão ninguém me respeita não valho nada preciso de fazer alguma coisa mas não sei o quê a vida passa e não deixo nada de valor TRIIIIM o telefone ai ai estou atrasado quem é?

Todas as coisas que pensas e que dizes a ti mesmo vão criando um conjunto de crenças, modos de pensar. Estes modos de pensar, com a continuação, tendem a tornar-se crónicos, repetitivos. O problema é que estes pensamentos repetitivos criam sulcos no teu cérebro e implantam-se fisicamente nele.

Em consequência deste mecanismo tudo o que acontece à tua volta começa a ser interpretado em função dessa meia dúzia de pensamentos. Quando começares a pensar que essa tua visão do mundo, que é somente uma visão subjectiva determinada pelos teus pensamentos crónicos que derivam do teu diálogo interior, quando tu pensares que essa tua visão do mundo, dizia eu, é a própria realidade, terás o teu futuro traçado.

Por isso as histórias que contas a ti mesmo são as Histórias do Futuro, não contam o que se passou, mas sim o que se passará. Não é difícil preveres o teu próprio futuro.

Verifica as histórias que andas a contar a ti mesmo nos últimos anos:

Eu sou doente, eu não posso, não consigo, ninguém me ama, sou gordo, sou magro, não tenho valor, ninguém me compreende, nunca consigo atingir os meus objectivos, sou infeliz, não tenho dinheiro, que futuro é que me espera? É demasiado difícil, está demasiado longe, sou feio, sou baixo, sou estúpido, não presto.

Este diálogo é uma História do Futuro. Tudo o que tu contas a ti mesmo, se lhe deres tempo suficiente, tornar-se-á realidade. Aliás, já o é, pelo menos no teu ponto de vista, mas em breve tudo aquilo fará parte da tua vida, ponto por ponto, independentemente da tua situação actual. Se não tens doenças verdadeiras, tê-las-ás, falta de dinheiro? Vem a caminho. Problemas de peso? Com certeza. Infelicidade? Sem dúvida. Assim como o difícil, o feio, o estúpido e o “não presto”.

Eu só falei de histórias negativas porque elas têm um impacto tão grande no nosso futuro e são aquelas que temos tendência a contar a nós mesmos mais frequentemente.

Muda de livro. Actualiza a tua biblioteca de histórias. O teu diálogo interior pode ser positivo ou negativo. Isso é fácil de identificar: Se for positivo faz-te sentir bem, se for negativo faz-te sentir mal.

Precisas de saber que um diálogo positivo irá transformar-se numa vida positiva e que um diálogo negativo ira trazer-te um destino negativo. Afinal tu és o escritor e o herói da tua própria história e podes optar por desenhar o futuro que muito bem entenderes.

Sem me alongar muito mais, deixa-me só dizer-te o seguinte (é que estou a ver umas rugas de dúvida aí por cima das tuas sobrancelhas). É mesmo assim.

Se pensas que não podes definir o teu futuro a teu bel-prazer é por causa das histórias que tens contado a ti mesmo (ou a ti mesma), mas isso podes mudar a qualquer momento.

comentários